Baterias estacionárias

A indústria de baterias à escala mundial, para aplicações nos sectores da energia e comunicações é, ainda hoje, largamente dominada pela tecnologia chumbo-ácido. 

Esta tecnologia, embora se encontre profundamente consolidada, tem registado avanços significativos que têm permitido responder às crescentes exigências de armazenamento de energia eléctrica quanto à fiabilidade, à duração, à manutenção e ao custo.

Normalmente, as baterias estacionárias têm um tempo de vida útil entre três e cinco anos, baseando-se este cálculo em diversos factores incluindo o número de ciclos de carga/descarga e factores ambientais.


Aplicações:

PARA AUTONOMIA DE EQUIPAMENTOS ELÉCTRICOS E ELECTRÓNICOS:

  • Sistemas de Segurança e Alarme
  • Sistemas industriais de Controlo e Automação
  • Sistemas embarcados em Comboios
  • Sistemas remotos de Telemetria
  • Alimentação de equipamentos auxiliares em Auto-Caravanas, Caravanas, Barcos, Campismo, etc.
  • Detectores de gases, fumos e vapores

EM SISTEMAS ININTERRUPTOS EM GERAL:

  • UPS – Unidades de Alimentação Ininterrupta
  • Centrais Públicas de Telecomunicações
  • Centrais Telefónicas Privadas
  • Redes de transmissão de dados – Redes telefónicas, Redes de TV por cabo, Intranet e Internet
  • Data Centers
  • Call Centers
  • Centrais de Energia em grandes edifícios – Hospitais, Hotéis, locais de atendimento público, etc.
  • Portagens e Barreiras automáticas para controlo de viaturas
  • Bilhética

Alguns concelhos para maximizar o tempo de vida útil das baterias:

Certifique-se de que mantém as baterias num local fresco, seco e com boa ventilação. Idealmente, a temperatura do local de instalação não deve exceder os 24 graus Celsius. Para uma boa ventilação deve haver um espaço livre entre baterias para garantir uma circulação de ar adequada.

Não armazene as baterias durante longos períodos de tempo. As baterias novas podem ser armazenadas durante 6 a 12 meses. Após este período, a bateria deve ser utilizada ou uma grande percentagem da sua capacidade de carga perder-se-á. Não se recomenda o armazenamento de baterias que já tenham sido utilizadas.

Quanto à utilização de baterias numa UPS, não exceda 80% da sua capacidade nominal devido à diminuição da autonomia – quando aumenta a carga, a autonomia diminui. Em caso de falha de energia, uma UPS com uma carga equivalente à sua capacidade total consome e descarrega as baterias rapidamente, reduzindo o seu tempo de vida útil.

Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a nossa utilização de cookies. Saber Mais