Soluções de IPTV

Central de Processamento de Televisão sobre IP

A solução IPTV é uma plataforma integrada que disponibiliza múltiplos canais sobre o protocolo IP para visualização simultânea em ambiente PC e em Televisores.

Uma única central de processamento processa os canais de TV e combina vários tipos de recepção de sinal, de modo a configurar a grelha de canais pretendida pelo cliente.

Estão disponíveis interfaces para recep¬ção de sinais livres e codificados de uma variedade de fontes, incluindo satélites, emissões terrestres (analógicas e digitais), televisão por cabo (analógica e digital), canais de produção privada digital, via SDI (serial digital interface) e ASI (asynchro¬nous digital interface), todas suportadas pela plataforma IPTV em Definição Standard (SD) e em Alta Definição (HD).

A plataforma é baseada em componentes de hardware standard de modo a assegurar o suporte e a longevidade da mesma, independentemente do local onde o sistema seja implementado.

A gestão, configuração e monitorização do sistema são efectuadas através de uma interface web, estando disponível um programa de gestão e mapeamento da informação, permitindo que a plataforma integre com múltiplas aplicações do utilizador final.

Uma configuração por componentes permite o incremento da capacidade de forma controlada, indo de encontro às expectativas dos utilizadores e, ao contrário de outros sistemas, a arquitectura única do seu software permite a opera¬ção de múltiplos serviços na mesma plataforma, transformando a central de processamento IPTV num servidor de aplicações que também suporta os outros produtos da nossa oferta “multiple play”.
 

Central de processamento de IPTV

VoD – “Vídeo-on-Demand” digital

A plataforma VoD permite que diferentes formatos de conteúdos e os respectivos dados associados sejam geridos através de uma interface única e integrada.

Quando se fornece conteúdos “on demand” a partir de uma plataforma única, é preciso que esta seja flexível de modo a poder gerir o crescimento da mesma, desde um pequeno número, até centenas ou milhares de utilizadores.

Os clientes precisam de se sentir confiantes de que adquirem uma plataforma que pode ser expandida de modo a acompanhar o crescimento do seu negócio e seguros de que serão capazes de poder continuar a adicionar serviços à medida das necessidades. A nossa plataforma VoD oferece esta solução única.

Baseada em RTSP (Real Time Streaming Protocol), permite a gestão dos pedidos e sessões de vídeo dos utilizadores, garantindo a necessária qualidade dos níveis de serviço e que os pedidos de conteúdos de vídeo são satisfeitos.

Um sistema de gestão simples baseado em web assegura que os administradores têm uma representação em tempo real das actividades em curso na plataforma e a utilização de um protocolo de gestão da rede assegura alertas de suporte para a prevenção de potenciais problemas na plataforma antes da sua ocorrência, sendo funcionalidades standard da plataforma as opções para monitorização dos filmes ou conteúdos que estão a ser visualizados e a encriptação dos conteúdos disponibilizados.

A base em componentes de hardware standard assegura a fiabilidade, longevidade e continuidade de suporte e manutenção da plataforma, independentemente do local onde o sistema seja implementado.

O VoD suporta pedidos de conteúdos em MPEG-2 e MPEG-4 de Alta Definição (HD) ou Definição Standard (SD) e um sistema de gestão integrada de conteúdos simplifica a gestão da informação associada aos conteúdos vídeo.

Uma configuração por componentes permite o incremento da capacidade de forma controlada, indo de encontro às expectativas dos utilizadores e, ao contrário de outros sistemas, a arquitectura única do seu software permite a operação de múltiplos serviços na mesma plataforma VoD, transformando-a num servidor de aplicações que pode também suportar os outros produtos da nossa oferta ”multiple play”.
 

VoD - Video on Demand

Sinalização Digital

A Sinalização Digital permite combinar informação multimédia diversificada e apresentá-la em mostradores electrónicos para informação, comunicação, publicidade ou entretenimento públicos.

Os monitores de tecnologia LCD e Plasma são largamente utilizados para soluções de sinalização, tipicamente usando PC’s para o envio de conteúdos e controle de funcionalidades.

A fiabilidade de um sistema de sinalização digital é crucial e deve ser bem ponderada quando se pretende um funcionamento permanente (24h/dia) e se considera usar uma plataforma baseada em PC, pois os requisitos de alimentação eléctrica, controlo remoto do PC, segurança anti-roubo e a rápida evolução de hardware e software são fortes condicionantes numa perspectiva de suporte continuado da solução.

Alguns fabricantes adoptaram a filosofia de integração de PC’s nos seus monitores, mas os problemas eléctricos, fiabilidade e suporte a diferentes formatos de vídeo ainda persistem e o utilizador fica restrito a um modelo específico de monitor para o seu sistema de sinalização.

Outra alternativa, é usar a tradicional arquitectura distribuída de vídeo, mas esta falha quando se pretende dividir e controlar, de forma independente, diferentes zonas da área de visualização dos monitores, de forma suficientemente flexível para dar resposta aos actuais requisitos de operação deste tipo de soluções.

E a gestão de uma rede de sinalização digital deve ser rápida e fácil, de forma a mantê-la actualizada.

As soluções existentes baseadas em PC requerem grande formação dos respectivos utilizadores, o que restringe o número de pessoas habilitadas a poder gerir o sistema, resultando na necessidade de recursos dedicados para a sua operação diária.

Enquanto gráficos, animação e texto são usados como fontes primárias num sistema de informação, é a utilização do vídeo, ao vivo ou reproduzido, que atrai as pessoas a um mostrador electrónico.

Os formatos e standards de vídeo e de difusão de programas de televisão estão a mudar rapidamente e a capacidade de suporte e os custos associados a estas mudanças continuarão como principais desafios para muitos dos sistemas electrónicos de sinalização.

São comumente utilizadas Set-Top Boxes (STB) standard de mercado para ligação dos monitores à rede IP, as quais podem ser totalmente geridas remotamente, facilmente instaladas, de baixo consumo e com opção de alimentação PoE (Power over Ethernet).

Não contendo componentes mecânicos móveis, como sejam discos rígidos ou ventiladores, e devido ao seu baixo consumo e consequente baixa produção de calor, bem como ao facto de não terem aberturas que possibilitem a entrada de sujidade ou insectos, asseguram uma grande fiabilidade e durabilidade.

As STB’s possuem interfaces de ligação standard, o que deixa total liberdade de escolha da marca/modelo do monitor/televisor que melhor se adequar às expectativas e exigências do cliente, sendo sempre possível proceder à actualização do tipo de dispositivo de visualização, à medida que novas tecnologias venham a ser disponibilizadas, sem que haja necessidade de alterações aos servidores de sistema ou de armazenamento de informação.

Um servidor central preside à gestão e distribuição de conteúdos para os dispositivos terminais de difusão e afixação de informação, os quais, distribuídos por zonas, podem difundir mensagens diferentes por zona.

Os conteúdos podem ser apresentados numa enorme variedade de formatos, podendo ser usados os pré-formatados de base ou serem definidos à medida do cliente.

O sistema de sinalização digital suporta uma grande diversidade de tipos de conteúdos, incluindo texto, imagens, apresentações em Power Point, RSS, HTML, vídeo pré-gravado (ex.: DVD’s) e programas de televisão em tempo real e, adoptando uma configuração por componentes, permite o incremento da sua capacidade de forma controlada, indo de encontro às expectativas dos utilizadores e, ao contrário de outros sistemas, a sua arquitectura única de software permite a operação de múltiplos serviços na mesma plataforma, transformando-a num servidor de aplicações que pode também suportar os outros produtos da nossa oferta ”multiple play”.

O acesso à configuração e gestão do sistema é efectuado através de uma interface web com suporte de protocolo de gestão da rede, de fácil utilização e com direitos de acesso restritos para os diferentes utilizadores, que vão desde a simples operação até à sua administração.

A utilização de um servidor central simplifica a gestão de conteúdos, pois a administração é feita num único ponto, sem necessidade de gerir os conteúdos de forma individualizada por terminal.

Esta funcionalidade permite a rápida disponibilidade das alterações dos conteúdos em cada ponto de informação, com a garantia de que todos e cada um dos pontos difundirão imediatamente a informação actualizada.

TV em tempo real e conteúdos vídeo podem ser distribuídos centralmente para todos os terminais e poderão ser ligados sistemas externos ao servidor central para passar mensagens, como sejam anúncios de emergência ou mensagens informativas genéricas.

Como o servidor é capaz de suportar toda a gama de formatos de vídeo, que são depois convertidos e apresentados nos dispositivos terminais, quer em Definição Standard (SD), quer em Alta Definição (HD), é possível ligar à rede qualquer televisor/monitor, tenha ou não suporte para os novos formatos de codificação dos sinais de vídeo provenientes das diversas fontes de sinal que fornecem conteúdos ao sistema, e toda a solução é baseada em componentes de hardware standard, assegurando assim a fiabilidade, longevidade e continuidade de suporte e manutenção da plataforma, independentemente do local onde o sistema seja implementado.

 

Sinalização Digital

Voz sobre IP

VoIP designa a voz transportada sobre o IP (Internet Protocol), também designada por telefonia IP, telefonia sobre Internet, telefonia em banda larga e voz sobre banda larga é o transporte da conversação humana usando a Internet ou qualquer outra rede de transmissão de dados baseada no IP, tornando a transmissão de voz em mais um dos serviços suportados pela rede de dados.

O procedimento consiste em digitalizar a voz em pacotes de dados, transportando-a pela rede IP e reconvertendo-a em voz novamente no destino, tornando assim possível a conversação. Para o utilizador, os procedimentos de marcação, chamada e atendimento são idênticos aos que utilizaria num telefone tradicional.

Ao utilizar na nossa solução Set-Top-Boxes (STB) que têm interfaces de voz IP/IP e IP/PSTN é possível ligar, do lado do utilizador final, qualquer tipo de telefone, seja ele um telefone analógico fixo ou sem fios, um terminal IP ou um Softphone.

Em qualquer caso, é utilizado a montante um sistema de transmissão de voz sobre IP, seja uma ligação directa à Internet em banda larga ou uma central telefónica VoIP.
 

Acesso à Internet

O acesso à internet é facilitado pela utilização das Set-Top-Boxes (STB), as quais possuem portas Ethernet para ligação directa do router, o qual pode ser wireless e facultar um acesso móvel aos utilizadores e que pode ser partilhado por diferentes dispositivos.

AS REDES DE DISTRIBUIÇÃO

O sistema pode ser instalado sobre qualquer topologia de rede para transporte dos sinais de IPTV, VoIP e Dados, eis as três das mais comuns:

    


As várias topologias de rede
- Gateway sobre um sistema VDSL2 com ligação por par telefónico;
- Ligação por Fibra Óptica;
- Ligação por cabo UTP Cat.5e/6.


 

EVOLUÇÃO DA SOLUÇÃO

A televisão digital está em constante evolução, à medida que é exigido às plataformas de IPTV o suporte a novos protocolos, standards e requisitos.

Através da sua arquitectura única de software, a nossa solução ”multiple play” está em continuo desenvolvimento das capacidades da sua plataforma.

Para a plataforma VoD está também em constante desenvolvimento o suporte a novos protocolos, tais como o Windows Media, Flash e Real e, de forma a acompanhar a crescente procura de conteúdos, o desenvolvimento das suas capacidades de débito e armazenamento.

Dado que os desafios que se colocam às soluções de sinalização digital estão em constante evolução à medida que os clientes acreditam nas vantagens da utilização de ecrãs electrónicos para fazer passar as suas mensagens – Integração de reservas nos sistemas informáticos hoteleiros, sistemas de informação de localização de produtos em armazéns, sistemas EPOS (Electronic Point Of Sales), sistemas de informação de alarmes e ligação a dispositivos móveis são algumas das aplicações em desenvolvimento.

Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a nossa utilização de cookies. Saber Mais