Segurança

A segurança de pessoas e bens é um tema que preocupa de modo crescente a sociedade.

De facto, com o objectivo de salvaguardar aquilo que lhes é mais precioso, restaurantes, escolas, fábricas e lojas, entre outras actividades e entidades, assim como os particulares, recorrem cada vez mais ás várias soluções disponíveis, pretendendo proteger e controlar melhor os procedimentos, infraestruturas e instalações.

Com a flexibilidade proporcionada pelas chamadas novas tecnologias, a procura de soluções de segurança tem aumentado nos últimos anos.

As câmaras de vídeo podem ser uma vantagem no que diz respeito ao controlo de situações como sejam os assaltos ou as agressões e devem ser utilizadas para esses fins.

Os sistemas de controlo de acessos permitem efetuar a gestão de um edifício, controlando os seus utilizadores e podendo restringir o seu acesso a determinados locais e até registar os seus movimentos, tendo como objetivo básico controlar quem pode estar num dado momento, num determinado local.

A deteção de intrusão, fogo, inundação e gases deve ser efetuada utilizando detetores específicos. Esta deteção é geralmente efetuada por uma central que recebe as informações provenientes dos diversos tipos de detetores e atua em conformidade.

A característica fundamental de qualquer deteção é que deve ser o mais precoce e rápida possível, de modo a que se ative qualquer plano de evacuação e/ou de ação adequado.

No caso específico da deteção de intrusão devem ser privilegiados os sistemas de deteção que ativem dispositivos de dissuasão, isto é, que afugentem e mantenham os intrusos à distância, antes destes poderem vandalizar bens ou agredir pessoas.

O objetivo final dos sistemas de segurança pretende ser a gestão, proteção e segurança global de edifícios e pessoas no que diz respeito à sua integridade, acesso e circulação.